Agência humanitária adventista distribui 3 mil cobertores em Rio do Sul-SC

Devido às baixas temperaturas registradas em Santa Catarina neste fim de semana, a situação das famílias atingidas pelas enchentes requer ainda mais atenção. Na manhã deste domingo (11), a previsão do tempo indicava mínima de cinco graus em Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí. Segundo a Defesa Civil local, 18 dos 25 bairros do município foram alagados. Já em todo estado catarinense, mais de 27 mil pessoas foram afetadas em 89 cidades, de acordo com balanço da Secretaria de Estado da Defesa Civil.

Para amenizar o sofrimento das cerca de 800 famílias que estão em abrigos e outras milhares que tiverem suas casas atingidas pela enchente, a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA Brasil), acionou seu plano de emergência e distribuiu 3 mil cobertores na tarde do último sábado (10) e na manhã deste domingo (11), em Rio do Sul – cidade considerada pela Defesa Civil com situação mais crítica.

Os cobertores foram entregues em abrigos e nos bairros Taboão, Bela Aliança e Canoas. Os bairros que receberam os itens foram apontados pela Defesa Civil como os mais atingidos pela cheia do rio Itajaí-Açu. Voluntários do Clube de Desbravadores e fiéis das igrejas adventistas locais auxiliaram a ADRA Brasil na distribuição.

O trabalho de apoio aos atingidos pelas enchentes não termina neste fim de semana. A previsão é que nos próximos dias chegue à cidade uma unidade móvel da ADRA Brasil, que vai oferecer alimentação, serviços de lavagem e secagem de roupas e atendimentos psicológicos.[Equipe ASN, Paulo Ribeiro].

Veja imagens da ação da ADRA Brasil em Rio do Sul:

Bairros e abrigos foram atendidos pela ADRA Brasil. [Fotos: Nara Curvello].