ADRA Brasil desenvolve unidade móvel para auxiliar pessoas afetadas por desastres naturais

caminhão ADRA Brasil

Caminhão adaptado vai servir de base para o preparo de refeições, lavagem e secagem de roupas e atendimento psicológico nas primeiras 48 horas após o desastre. Foto – Toni Branco/Studio Norte

O Brasil é a única nação das Américas que está na lista dos 10 países com maior número de pessoas afetadas por desastres, entre os anos de 1995 e 2015, segundo relatório publicado pelo Escritório das Nações Unidas para a Redução de Desastres (UNISDR) e o Centro de Pesquisas de Epidemiologia em Desastres (Cred).

Nessas duas décadas, 51 milhões de brasileiros foram impactados por catástrofes. Mais de um em cada cinco municípios brasileiros (quase 22% deles) estiveram em situação de emergência ou calamidade pública reconhecida pelo governo federal em 2015.

A ocorrência de desastres naturais no Brasil aumentou 268% na década de 2000 em comparação com os 10 anos anteriores, segundo o chefe do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), Rafael Schadeck. Entre os principais desastres com aumento de incidência, estão os que mais geram vítimas fatais, como  inundações e movimentos de massa.

Lavanderia no caminhão da ADRA

A unidade móvel conta com uma lavanderia industrial para a lavagem de secagem de roupas das famílias afetadas. Foto- Toni Branco/Studio Norte

 

Auxílio aos afetados

Pensando em como ajudar as pessoas afetadas por desastres naturais, a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA Brasil) adaptou um caminhão para atuar junto às comunidades afetadas durante os primeiros dias após o desastre.

Produzida pela Truckvan, apoiadora da ação, a unidade móvel tem, aproximadamente, 45 m² de área útil e está dividida em três compartimentos destinados, cada um, a atender às principais necessidades da população: o primeiro será usado para o preparo de alimentação quente, o segundo para a lavagem e secagem de roupas e o terceiro para a realização de apoio psicológico.

No espaço destinado ao preparo da alimentação, o caminhão tem a capacidade de providenciar 15 mil refeições rápidas por dia. A comida será doada no período da manhã, almoço e jantar.  “Ter uma alimentação quente e nutritiva preparada com carinho faz uma grande diferença quando você acaba de passar por uma situação, em que muitas vezes, perdeu tudo, ou quase tudo,” afirma o diretor de programas da ADRA Brasil, Paulo de Tarso.

4 cópia

O caminhão tem a capacidade de providenciar 15 mil refeições rápidas por dia. Foto- Toni Branco/Studio Norte

Pensando em minimizar problemas de saúde e gerar mais conforto e dignidade às pessoas afetadas, foi elaborado o espaço onde será realizada a lavagem e secagem de roupas nesse quesito, o caminhão possui capacidade para atender 64 famílias por dia.  Em casos de inundações ou temporais, é comum as famílias terem suas roupas e cobertores molhados, tendo dificuldade de secar devido à continuidade da chuva, ou muitas vezes tendo apenas água suja para a lavagem.

Outra área muito afetada é a saúde emocional, devido à perda de algum familiar, de bens ou até mesmo pelo momento de pavor vivenciado. São pessoas que estão desesperadas, precisando de um consolo, uma palavra amiga que as incentive a se reerguerem e recomeçarem suas vidas. Profissionais orientados e com experiência em aconselhamento farão parte da equipe de voluntários que irão atender a população. Em média poderão ser atendidas 10 famílias por dia.

2

Nessas duas décadas, 51 milhões de brasileiros foram impactados por catástrofes. Foto- Toni Branco/Studio Norte

 

Caminhão de resposta a emergência

A inauguração do caminhão foi realizada em 28 de junho, às 13h, no Centro de Exposição da cidade de Monte Sião, em Minas Gerais. Foto- Toni Branco/Studio Norte

Conheça mais sobre o caminhão assistindo o vídeo abaixo: