Projeto Comunidade Mais Saudável celebra dia mundial da saúde com programação diferenciada

saudavel 1

Natal, RN…[ASN] O projeto Comunidade Mais Saudável desenvolvido pela ADRA Brasil em Natal, Rio Grande do Norte, realizou no último dia (07) uma programação diferente que atraiu dezenas de pessoas. Um delicioso desjejum regado a frutas, cereais, sucos, etc, proporcionou muita disposição para os exercícios para o corpo e a mente dos mais de oitenta participantes. Eles tiveram momentos de conscientização e prática do aprendizado, em comemoração ao dia mundial da saúde.

Anualmente, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e outras entidades, se unem nesse dia para realizar ações em combate a algum tipo de doença. Esse ano, a diabetes foi o tema escolhido para se trabalhar, graças ao número de aumentos de casos em todo o mundo. Somente em 2016, 14,5% do total de todas as mortes que ocorrem no planeta são graças a essa enfermidade silenciosa, que ataca crianças, jovens, adultos e idosos.

Conheça alguns dos principais fatores de risco para o desenvolvimento da diabetes:

Obesidade, ingestão de açúcar e gordura em excesso, sedentarismo, história familiar e herança genética, idade, stress e alcoolismo.

Preocupados com isso, mas também, em oportunizar às pessoas carentes a terem momentos de prática e orientação quanto a ter qualidade de vida, o Comunidade Mais Saudável, semanalmente, reúne dezenas de pessoas, que mesmo na madrugada, estão dispostas a ter um estilo de vida diferente, ou melhor, saudável.

saudavel 13

A ação que acontece todas às quintas-feiras num bairro da capital potiguar, já fidelizou o grupo. Desde de junho de 2015, que não só quem quer perder peso passa por lá, mas quem tem interesse em saber como vai seu corpo, sua mente, seu espírito, pois além de orientações e realização de exames e exercícios físicos, eles recebem carinho e atenção por parte dos organizadores.

Para Erinaldo Costa, saber que uma pessoa pode sair do risco de morte com um simples exame na ponta do dedo, ou fazer uma caminhada, uma atividade orientada, é mais que interessante, é uma oportunidade de salvar vidas. “Nós dedicamos tempo, conhecimento, mas também carinho, pois, mais que prestar um serviço à população, a gente quer que eles lutem pelo seu bem-estar, e, nós estamos aqui para ajudar, a colaborar para que essa pessoa viva bem e saudável. Isso é recompensador”. Erinaldo é diretor da ADRA Brasil, regional Nordeste.

saudavel 17

Depoimentos de pessoas que participam do projeto

Dona Maria das Dores, de 70 anos, disse que o projeto a ajudou a mudar sua alimentação, “a partir do que aprendi no comunidade, introduzi mais frutas ao meu cardápio.

Para Milton de Oliveira, 65 anos, o que era comum, caminhar pelo bairro, agora chega a ele com orientações e formas adequadas à sua idade. “Eu sempre caminhei por aqui, mas não sabia que outras práticas fazer, devido a minha idade, mas agora, com a ajuda o pessoal eu faço tudo bem direitinho”.

Marcio Mendes tem um desafio e já expôs aos voluntários que aceitaram. “Eu tenho 53 anos e estou pesando 123 quilos. Já tentei de tudo para emagrecer e não consigo. Agora, como já vi que aqui eles ajudam, vou participar e espero vencer a obesidade”.

Essas são apenas algumas das dezenas de pessoas que tomaram a decisão de ter rotinas diferenciadas, a partir das informações que receberam ao participarem do programa da ADRA.  O  corpo da área médica que se dedicar a essa prática de cidadania e amor ao próximo é formado por médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, educador físico e estudantes. Estes, além de realizarem exames de glicose, fazem verificação de pressão arterial e orientação na alimentação. E ainda incentivam a prática de exercícios como o Lian Gong, melhorando assim a qualidade de vida dos moradores da localidade.

saudavel 15Além do trabalho de prevenção da diabetes, eles também ajudam a combater outro mal que afeta a população, a hipertensão arterial.

O projeto acontece todas às quintas –feiras na praça Aluísio Alves no Bairro de Cidade da Esperança e Mensalmente na Comunidade do Passo da Pátria, Alecrim, ambos em Natal, Rio Grande do Norte. [Equipe ASN, Andréa Figueiró]



Fatal error: Call to undefined function dsq_identifier_for_post() in /var/www/html/adra.org.br/wp-content/themes/adra/functions.php on line 520