SOS Minas Gerais

Em parceria com a Defesa Civil regional da ADRA  em Minas Gerais atua em emergência

IMG-20161216-WA0079Volumes de chuva extremamente elevados, acima de 100mm em 24h, caíram sobre a região da Grande Belo Horizonte e outras áreas próximas da capital mineira causando alagamentos e enchentes.

No centro de Brumadinho, o CEMADEN registrou 214,1 mm de chuva entre 10h do dia 13 e 10h de 14 de dezembro. Este volume corresponde a mais ou menos 65% da média de chuva para dezembro que fica em torno de 330 mm.

Foto: Climatempo

Excesso de chuva

A chuva desta semana aumenta o risco de enchente, grandes alagamentos e deslizamento de terra.

A situação é bastante preocupante porque a maioria das regiões de Minas Gerais, incluindo a Grande Belo Horizonte, recebeu um grande volume de chuva em novembro e já tiveram enchente. A chuva volumosa desta semana cai sobre solos que já estão muito úmidos e até encharcados, portanto mais vulneráveis aos efeitos desastrosos da chuva. Os rios também ficaram com níveis elevados depois da chuvarada de novembro.

IMG-20161216-WA0080
Os moradores devem se preparar para novos temporais. A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) emitiu um alerta para a possibilidade de chuva forte nos próximos dias. A instabilidade deve continuar pelo menos até a próxima sexta-feira. Em algumas regiões da cidade, a média histórica de chuva já foi superada.

“Estamos com uma alerta chamado de laranja. Isso significa que é um volume de chuva capaz de provocar deslizamentos, desmoronamentos e situações como a da Avenida Vilarinho”, explicou o meteorologista Luiz Ladeia, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

IMG-20161216-WA0069

Necessidades das famílias afetadas

Segundo informações da Defesa Civil, até o momento no Município de Ribeirão da Neves 350 famílias estão desabrigadas, 25 escolas afetadas, 10 pontes em risco de desabamento, 1 morte e mais de 120 solicitações de vistorias registradas pelo telefone 199.

Diversas famílias afetadas pelas chuvas estão necessitando de fraldas infantis e geriátricas.

Como a ADRA Brasil irá ajudar:

Disponibilizamos a conta bancária exclusiva para emergências, para a captação de recursos, nos quais 100% serão direcionados para compra e logística dos materiais que serão doados as famílias.

Por meio do contato com a Defesa Civil, foi definido as principais necessidades da população afetada pela catástrofe.

Neste caso os recursos serão utilizados para a compra de kits de higiene que serão doados as famílias desabrigadas.

SOS