Casinha do Ryan

casinha do ryanEste Projeto é desenvolvido pela ADRA Brasil Regional Rio de Janeiro em parceria com a família Ross e amigos doadores. O Projeto surgiu após a morte do Ryan em 2012, bebê com 5 meses de vida, filho de Chris e Renan Ross. No momento de dor, surgiu o desejo de ajudar crianças de 0 a 2 anos. O Projeto está voltado para 5 focos: crianças  extremamente pobres,  desnutridas, abaixo do peso, doentes ou com alguma má formação, atendidas nos Projetos AMA – Apoio a Mães Adolescentes, no estado do Rio de Janeiro. O Casal, amigos e familiares aportam recursos financeiros para viabilidade do Projeto.

Lema: Ajudar o mais pobre entre os pobres, o mais fraco entre os fracos.

Com 165 milhões de crianças em todo o mundo sofrendo de raquitismo como resultado da desnutrição, a agência das Nações Unidas para a Infância reiterou seu apelo para o investimento nos primeiros mil dias de vida de todas as crianças.

ryan01

O Projeto está voltado para 5 focos: crianças extremamente pobres, desnutridas, abaixo do peso, doentes ou com alguma má formação, atendidas nos Projetos AMA

“A batalha contra a desnutrição está sendo vencida, mas o progresso ainda é muito lento para muitos”, disse Werner Schultink, chefe de nutrição do UNICEF. “Nossa mensagem é clara – o momento é agora para todos nós demonstrarmos liderança resoluta e um firme compromisso para milhões de mães e crianças que ainda são vítimas da desnutrição”, acrescentou Schultink.

A revista médica “Lancet” relatou que a desnutrição é responsável pela morte de 3,1 milhões de crianças a cada ano, ou 45% de todas as mortes de crianças menores de cinco anos de idade.

casinhaderyanOs resultados estão compatíveis com o relatório do UNICEF, “Melhorando a Nutrição Infantil: O imperativo viável para o progresso global”, que destaca a importância da nutrição durante a gravidez e os primeiros dois anos de vida da criança, ou os primeiros mil dias.

Além disso, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, lançou a iniciativa “Toda Mulher Toda Criança” em 2010, que visa a salvar vidas de 16 milhões de mulheres e crianças até 2015.

Segundo a ONU, a saúde de mulheres e crianças é extremamente importante para quase todas as áreas do desenvolvimento humano e para o progresso, afetando diretamente o sucesso das oito metas de combate à pobreza, conhecidos como Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), cujo prazo final é dezembro de 2015.

Fonte: http://www.onu.org.br/desnutricao-ainda-e-o-motivo-de-45-das-mortes-de-criancas-menores-de-cinco-anos-alerta-unicef/

ryan02

A sua doação fará a diferença na vida de bebês que a família não possuí condição de nutrir e prover os cuidados necessários.

Objetivo Geral

Melhorar a qualidade de vida de crianças de 0 a 2 ano em estado de desnutrição, doente, abaixo do peso, má formação e extrema pobreza nos Municípios do Estado do Rio de Janeiro.

Objetivo Especifico

  1. Famílias com crianças de 0 a 2 ano assumem práticas para a melhora da saúde e nutrição e desenvolvimento de corresponsabilidade.
  2. Ajuda financeira para tratamento médico, nutricional e melhoria da qualidade de vida do bebê.