Pacientes de hospital oncológico são beneficiados por ação da ADRA

 em Bahia

A iniciativa além de atender a pacientes do hospital, envolve os acolhidos em ações sociais.

A distribuição de lenços e cartas ocorreu no primeiro dia do mês de novembro. (Foto: Fernanda Marconatto)


As Unidades de Acolhimento Institucional (UAIS) da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA), promoveram, no dia 01 de novembro, uma ação para entrega de lenços e cartas a pacientes oncológicos do Hospital Aristides Maltez (HAM) em Salvador, BA. A atividade teve como proposito levar palavras de incentivo e esperança para dias melhores na luta contra o câncer.

O Hospital Aristides Maltez (HAM) é uma instituição filantrópica especializada no tratamento do câncer. O HAM recebe em média, por dia, mais de 3.500 pessoas de todas as idades, com atendimentos exclusivamente a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

Nicolly Braga declamou um poema que foi escrito por ela, para os pacientes que foram beneficiados pela ação. (Foto: Fernanda Marconato)


Dois assistidos participaram da ação, representando os demais assistidos das unidades. Os acolhidos Nicolly Braga e Jacson dos Santos, participaram juntamente com a equipe de funcionários das unidades. De acordo com os participantes, é gratificante poder levar um pouco de esperança e alívio para essas pessoas. Segundo Jacson, por mais que na rua as vivências sejam difíceis, estar no leito de um hospital e se deparar com a doença é ainda pior, “é uma luta diária por sobrevivência e isso não depende somente da força de vontade da própria pessoa”, comentou. Para Nicolly, a experiência foi única “Eu pude levar através de minhas palavras por meio de um poema, uma mensagem de esperança e de renovação. Jamais vou esquecer a experiência que foi marcante e especial em minha vida”, declarou.

Para Leonardo Mendes, diretor regional da ADRA para o Estado da Bahia, a proposta da ação, é justamente despertar no coração dos assistidos alguns ingredientes fundamentais como instituição. “Justiça, compaixão e amor. Isso precisa estar muito claro, na consciência e no coração deles. Eles tiveram contato com pessoas que não tem muita escolha, pessoas que foram acometidos pela doença, e hoje enfrentam a luta diária contra o câncer. Enquanto, os acolhidos podem se quiserem, mudar a condição de vida deles e ir em busca por algo diferente, algo melhor que que de fato importe”, reforçou.

Cerca de 50 pacientes da instituição foram beneficiados com a iniciativa. Para a equipe, o resultado da ação foi satisfatório, além de atingir um número expressivo de pacientes, conseguiram fazer com que os assistidos da ADRA se sensibilizem ainda mais para as causas sociais. “Foi possível também aproximá-los da sociedade, trazendo um outro olhar das pessoas para o nosso público” disse Maiza Borges, coordenadora de uma das unidades.

Confira as fotos da ação na galeria:

Postagens Recomendadas