Ganhadores do concurso de lavagem de mãos recebem premiação

 em Notícias, Roraima

O evento contou com a participação de quase 30 famílias beneficiárias do Projeto ANA

Por Lairyne Silva

Ganhadoras do Primeiro lugar. (Foto: Lairyne Silva)

Os ganhadores do concurso idealizado pelo Projeto ANA (Ações alimentares e não alimentares a Migrantes Venezuelanos no Brasil) receberam as premiações do concurso: Os 5 momentos críticos de lavagem das mãos, nesta quinta-feira (30). O concurso foi realizado nesse mês de setembro e tinha a proposta de que os beneficiários do projeto enviassem um vídeo de até 5 minutos mostrando a forma correta de se lavar as mãos. Quase 30 famílias participaram e enviaram vídeos, depois de uma análise da comissão organizadora foram escolhidos 2 ganhadores.

Dairelys Solorzano foi a ganhadora do primeiro lugar e disse que a filha também quis participar do vídeo. “ Na minha casa sempre temos cuidado com a higiene e então quis participar do concurso mostrando a lavagem de mãos junto com minha filha. Estou muito feliz que valeu a pena e ganhamos o primeiro lugar”, disse a beneficiária. O segundo lugar foi para Yadetzis del Valle Rodriguez Prieto e o participante Víctor Alexander Lezama Castillo ganhou uma menção honrosa pelo seu desempenho no concurso. A entrega dos prêmios foi realizada na sede da ADRA (Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais) e contou com a participação dos beneficiários, funcionários do projeto, Diretor da ADRA em Roraima, Daniel Lessa e da Monitora da USAID, Angelica Salas. Durante a ação foi realizada demonstrações de lavagem das mãos e crianças e adultos fizeram parte  desse momento.

O cuidado com a higiene (wash) é um dos pilares do Projeto ANA e isso é incentivado com quem faz parte do projeto. Os beneficiários cadastrados recebem informações diariamente sobre higiene, proteção, alimentação, cuidados com a covid e monitoramento.  “Mais de 31 mil famílias são cadastradas no Projeto ANA (Regionais Roraima e Amazonas) e tivemos uma boa participação nesse concurso, pretendemos fazer mais iniciativas semelhantes a essa”, disse a Coordenadora do Projeto, Rosimélia Figueiredo.

O projeto ANA

O projeto ANA (Ações Alimentares e não Alimentares para Migrantes Venezuelanos no Brasil), tem o objetivo de  reduzir a insegurança alimentar de 7.500 famílias (cerca de 31. 273 mil pessoas) de migrantes venezuelanos e também de brasileiros afetados pela migração, nas cidades de Boa Vista, Corredor Migratório de Roraima (Municípios de Iracema, Amajarí, Mucajaí, Caracaraí, Rorainópolis, Pacaraima) e Manaus, ao mesmo tempo que proporciona o acesso a itens domésticos básicos e artigos de higiene. Em Pacaraima o projeto atende também 4 comunidades indígenas: Sakaumota, Tarau Paru, Sorocaima e Bananal.

Tipo de serviço: CBI (vouchers) para compra de produtos alimentícios, higiene e abrigo & assentamento, também promoção de higiene e sensibilização para melhor nutrição e combate a covid-19

Pessoas que atendemos: migrantes venezuelanos em vulnerabilidade e população brasileira afetada pela migração. Somando as pessoas atendidas em Roraima e no Amazonas, ao todo cerca de 31 mil famílias estão sendo beneficiadas.

Ganhadores do segundo lugar. (Foto: Lairyne Silva)

 

 

Ganhador da menção honrosa. (Foto: Lairyne Silva)
Postagens Recomendadas