Projeto Connect Brasil

Iniciado em Agosto de 2020, o projeto Connect Brasil já ajudou centenas de famílias no estado do Rio Grande do Sul. Até o mês de Maio de 2021 o projeto intermediou a contratação formal de mais de 600 migrantes, além de contribuir com a formação de 60 microempreendedores individuais. E queremos mais!

Até Outubro deste ano queremos inserir no mercado formal de trabalho mais 300 pessoas, além de treinar 100 migrantes nas áreas de panificação e confeitaria.

O PROJETO

O migrante venezuelano é esforçado, preparado e tem muita vontade de contribuir para o crescimento do nosso estado, ao mesmo tempo que inicia uma nova vida em solo gaúcho. O objetivo do Connect Brasil, em parceria com a OIM (Organização Internacional para as Migrações), é ajudar essas pessoas a encontrar um trabalho que lhes garanta uma vida digna aqui no Brasil.

COMO FUNCIONA

A ADRA possui um banco de dados com o perfil profissional de centenas de migrantes de todo o estado. Todos possuem documentação migratória (RNE, CPF, CTPS) em dia e estão prontos para o trabalho. Uma vez que a empresa divulga o perfil das vagas disponíveis, selecionamos os candidatos e agendamos as entrevistas, que podem ser presenciais ou on-line. Caso sejam aprovados, os profissionais iniciam o processo de admissão com o apoio da equipe do Connect. Para participar deste processo é necessário estar cadastrado no portal do Connect Brasil – http://connectbrasil.adra.org.br/

PARCEIROS

A ADRA RS já atua na ajuda humanitária aos refugiados desde Maio de 2019. Já foram interiorizadas mais de 97 famílias no estado, com mais de 180 postos de trabalho abertos. Parceiros como a BRF, Havan, Guarapari, Angeloni, JBS, Comil, Cercena, entre outros, têm nos ajudado a mudar a história de centenas de pessoas.

Contatos deste Projeto

Para o migrante:
Telefone e Whatsapp:
(51) 98010-4954
E-mail: [email protected]
Para a empresa: 
Telefone e Whatsapp:
(51) 98105-9876 | (51) 98318-2901
E-mail: [email protected] | [email protected]

Público Alvo

Famílias venezuelanas que desejem ser inseridas no mercado de trabalho com dignidade.

Projetos Relacionados