Saúde da Mulher Refugiada

Em parceria com o Hospital Universitário Getúlio Vargas, Manaus - AM, esse projeto espera garantir saúde para as mulheres refugiadas que chegam até os nossos projetos na região.

Público-alvo:
Crianças, adolescentes, gestantes e lactantes refugiados venezuelanos, indígenas e não indígenas.
Saúde da Mulher Refugiada
Saúde da Mulher Refugiada

A saúde é direito de todos [...]

-Art. 196 da Constituição Federal do Brasil-

Descrição

Com o objetivo de promover a melhoria das condições de vida e saúde das mulheres em condição de vulnerabilidade, a ADRA, em Manaus, tem desenvolvido o projeto Saúde da Mulher Refugiada.

As ações do projeto são realizadas em parceria com uma equipe médica profissional, e estão voltadas ao cuidado da saúde, tratamento humanizado e defesa dos direitos sexuais e reprodutivos de mulheres venezuelanas refugiadas.

Em andamento desde novembro de 2021, o projeto já beneficiou mais de 100 mulheres oferecendo serviços como:

  • Atendimento especializado
  • Realização de procedimentos ambulatórios
  • Orientação sobre vida sexual e reprodutiva
  • Planejamento familiar
  • Encaminhamento para outras especialidades quando necessário

Doe para este projeto!

Luisa Villarroel

Coordenadora do projeto

Mude o futuro de algúem

ADRA Noroeste
Banco Bradesco
Agência 2368
Conta Corrente 88-4
CNPJ 17.206.150/0001-59

 

ADRA Regional Amazonas
+55 (92) 3304-0675

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Outras campanhas relacionadas

O projeto Integração sócio-laboral e Incentivo ao Empreendedorismo de Venezuelanos no Brasil pretende contribuir com a estratégia nacional de interiorização por integração laboral, ao promover a formação técnica-vocacional necessária para facilitar que migrantes e refugiados aproveitem vagas de trabalho formais que surjam em qualquer parte do país, ou para que criem os seus próprios pequenos negócios.
O Projeto visa contribuir para a resposta humanitária do UNICEF no Brasil, especialmente à crise migratória.

O Projeto visa contribuir para a resposta humanitária do UNICEF no Brasil, especialmente à crise migratória, abordando as necessidades imediatas da população migrante nos abrigos oficiais (Boa Vista e Pacaraima) e nas ocupações espontâneas, Rodoviária e Ptrig de Boa Vista.

Seja um voluntário da ADRA Brasil

“Quando a ação encontra a compaixão, vidas mudam.

– Dave Ramsey

Nossos parceiros